Conselho Regional de Química XII Região

A tabela perA�odica ganhou quatro novos elementos quA�micos, conforme anunciado pela UniA?o Internacional de QuA�mica Pura e Aplicada (IUPAC). Por enquanto, os elementos sA?o identificados por nomes temporA?rios e pelos nA?meros atA?micos 113, 115, 117 e 118, mas deverA?o ganhar nomes e sA�mbolos permanentes. A IUPAC convidou os descobridores dos elementos do JapA?o, RA?ssia e Estados Unidos para apresentarem sugestA�es.

A tabela periA?dica A� uma forma de organizar todos os elementos quA�micos conhecidos de acordo com suas propriedades e de mostrar algumas informaA�A�es sobre eles. Com a tabela, A� possA�vel prever as caracterA�sticas e propriedades desses elementos.

Os nomes e sA�mbolos propostos serA?o verificados pela DivisA?o de QuA�mica InorgA?nica da IUPAC quanto a coerA?ncia, possibilidade de traduA�A?o para outras lA�nguas e possibilidade de uso prA�vio em outros casos. Os novos elementos podem ser batizados, por exemplo, em referA?ncia a conceitos mitolA?gicos, minerais, lugares ou paA�ses e atA� mesmo em homenagem a algum cientista.

ApA?s a aprovaA�A?o da DivisA?o, os nomes e sA�mbolos de duas letras serA?o apresentadas para anA?lise do pA?blico por cinco meses, antes do mais alto A?rgA?o de IUPAC, o Conselho, tomar uma decisA?o final sobre os nomes que serA?o introduzidos na Tabela PeriA?dica dos Elementos.

Os nomes e sA�mbolos temporA?rios sA?o ununtrium (Uut-113), ununpentium (Uup-115), ununseptium (Uus-117) e ununoctium (Uuo-118).

Os nA?meros dos elementos correspondem aos nA?meros atA?micos, ou seja, a quantidade de prA?tons que existem no nA?cleo desses elementos. Cada um dos elementos quA�micos que compA�e o universo como o conhecemos A� composto por pequenas partA�culas chamadas A?tomos, formadas por um nA?cleo – de prA?tons e neutrons – orbitado por elA�trons.

O elemento 113 foi descoberto pelo grupo colaborativo japonA?s Riken. JA? os 115 e 117 foram descobertos por uma colaboraA�A?o entre o Instituto Unido de Pesquisa Nuclear em Dubna, RA?ssia, LaboratA?rio Nacional Lawrence Livermore, na CalifA?rnia, Estados Unidos, e LaboratA?rio Nacional Oak Ridge, em Tennessee, Estados Unidos.

Os dois primeiros laboratA?rios foram tambA�m responsA?veis pelo descobrimento do 118. Esses grupos serA?o responsA?veis pelas sugestA�es dos nomes.

Artigos detalhando as descobertas serA?o publicados no inA�cio deste ano na revista cientA�fica Pure and Applied Chemistry (PAC), em traduA�A?o livre QuA�mica Pura e Aplicada.

Fonte: AgA?ncia Brasil.