Conselho Regional de Química XII Região

Projetos de inovaA�A?o sustentA?veis na A?rea de mineraA�A?o contarA?o com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento EconA?mico e Social (BNDES) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), no montante de R$ 1,18 bilhA?o. Com essa finalidade, as duas instituiA�A�es lanA�aram no dia 02, no Rio de Janeiro, o Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e InovaA�A?o no Setor de MineraA�A?o e TransformaA�A?o Mineral (Inova Mineral).

Ainda esta semana, serA? lanA�ado edital para seleA�A?o de planos de negA?cios para apoio pelo programa, utilizando linhas e instrumentos de apoio do BNDES e da Finep. A diretora de IndA?stria e Insumos BA?sicos do BNDES, ClA?udia Prates, e o diretor de InovaA�A?o da Finep, Victor Odorcyk, anunciaram 27 projetos jA? selecionados para o Plano de Apoio ao Desenvolvimento e InovaA�A?o da IndA?stria QuA�mica (Padiq), lanA�ado no ano passado, com investimentos de R$ 2,4 bilhA�es.

Esses projetos abrangem desde pesquisa e desenvolvimento para substituiA�A?o de produtos alergA?nicos ou carcinogA?nicos atA� o desenvolvimento de fibras de carbono para os setores aeroespacial e de petrA?leo e gA?s, entre outros, passando pelo desenvolvimento de fragrA?ncias a partir de frutas, flores e plantas brasileiras, informou o BNDES.

Foram recebidos, ao todo, 62 planos de negA?cios para o Padiq, que somaram recursos de R$ 2,9 bilhA�es para o biA?nio 2016/2017. Dos 27 projetos escolhidos, 12 foram apresentados por micro, pequenas e mA�dias empresas.

A maior indicaA�A?o de aporte (70%) A� para projetos quA�micos a partir de fontes renovA?veis. As restantes cinco A?reas temA?ticas do programa sA?o fibras de carbono, insumos para higiene pessoal e cosmA�tico, aditivos quA�micos para alimentaA�A?o animal, aditivos quA�micos para exploraA�A?o e produA�A?o de petrA?leo e derivados de silA�cio. Claudia Prates disse que o Padiq tem previsA?o de vigA?ncia de cinco anos. O objetivo, destacou a diretora do banco, A� procurar parceiros para investimentos de longo prazo, de forma a a�?Trazer o mercado para participar conosco nos projetos”.

JA? o Inova Mineral pretende apoiar planos de negA?cios para desenvolvimento de tecnologias de produA�A?o de materiais aplicados na geraA�A?o de energia solar e eA?lica, e em dispositivos acumuladores de energia, essenciais, por exemplo, para o desenvolvimento do mercado de carros elA�tricos. De acordo com o BNDES, esses materiais, A� base de silA�cio, lA�tio e terras raras, sA?o determinantes para a evoluA�A?o desses setores, que trarA?o impactos ambientalmente positivos. TerA?o destaque tambA�m tecnologias dedicadas A� recuperaA�A?o e ao reaproveitamento de resA�duos da mineraA�A?o, mA�todos mais sustentA?veis de deposiA�A?o e monitoramento e controle de riscos ambientais e de barragens.

O edital estA? aberto a empresas brasileiras e instituiA�A�es cientA�ficas tecnolA?gicas (ICTs) que queiram formalizar parcerias em projetos de empresas proponentes de planos de negA?cio, cujo valor mA�nimo alcanA�a R$ 5 milhA�es. Os projetos tA?m prazo de execuA�A?o de atA� 60 meses e deverA?o ser desenvolvidos no paA�s. A previsA?o A� que os planos de negA?cios comecem a ser apresentados em 1A? de setembro prA?ximo.

Fonte: AgA?ncia Brasil.