Conselho Regional de Química XII Região

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCTI) lanA�ou na A?ltima quinta-feira, dia 24, edital no valor de R$ 30 milhA�es para financiar projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnolA?gico para combater o Aedes aegypti e o vA�rus zika. Mais R$ 200 milhA�es foram anunciados em forma de crA�dito subsidiado para as empresas por meio do programa Inova SaA?de: Zika e Arboviroses. Os recursos fazem parte do montante de R$ 1,2 bilhA?o liberado pelo governo federal para as aA�A�es do eixo de desenvolvimento tecnolA?gico, educaA�A?o e pesquisa do Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes aegypti e A� Microcefalia.

O edital anunciado pela Finep A� voltado para InstituiA�A�es de CiA?ncia e Tecnologia (ICTs) com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento CientA�fico e TecnolA?gico (FNDCT). As propostas devem ser enviadas atA� o dia 28 de abril e precisam estar vinculadas a temas especA�ficos como aperfeiA�oamento de tecnologias para exame de imagens visando o diagnA?stico precoce de alteraA�A�es neurolA?gicas; aprimoramento de tecnologias de criaA�A?o de inseto estA�ril; desenvolvimento de linhagens de mosquitos geneticamente modificados; investigaA�A?o da biologia do vA�rus na infecA�A?o humana e no ciclo animal; desenvolvimento de terapias para afecA�A?o neurolA?gicas causadas pelo zika; determinaA�A?o das estruturas das proteA�nas virais e seus receptores para elucidaA�A?o dos mecanismos de infecA�A?o e para o desenvolvimento de vacinas.

O formulA?rio para apresentaA�A?o de propostas serA? disponibilizado nesta segunda-feira (28), e a divulgaA�A?o do resultado estA? prevista para junho.

Segundo o presidente da Finep, Wanderley de Souza, alA�m dos R$ 30 milhA�es previstos nesse edital, o Conselho Nacional de Desenvolvimento CientA�fico e TecnolA?gico (CNPq/MCTI) vai liberar mais R$ 20 milhA�es para grupos de pesquisa.

“A� um edital para a comunidade cientA�fica, para apoiar uma sA�rie de projetos, como o desenvolvimento de novos mA�todos diagnA?sticos, pesquisas sobre a estrutura do vA�rus para dar origem a um kit diagnA?stico ou a uma vacina”, explicou Wanderley. “A Finep vai apoiar nA?o o pesquisador mas a instituiA�A?o, com a compra de equipamentos e reagentes. JA? os recursos do CNPq serA?o destinados aos pesquisadores e bolsas de estudo.”

Inova SaA?de
A Finep tambA�m disponibilizou R$ 200 milhA�es em crA�dito subsidiado para empresas brasileiras por meio do programa Inova SaA?de: Zika e Arboviroses. O objetivo A� financiar projetos sobre transmissA?o, aperfeiA�oamento de diagnA?sticos molecular e sorolA?gico, desenvolvimento de larvicidas e repelentes, e a relaA�A?o do vA�rus zika com a microcefalia. As propostas, que devem ser apresentadas atA� dezembro de 2016, terA?o prioridade na anA?lise tA�cnica e condiA�A�es especiais.

Podem participar empresas com no mA�nimo trA?s anos de funcionamento e que possuam faturamento superior a R$ 5 milhA�es. Os planos de negA?cios devem ter valor mA�nimo de R$ 1 milhA?o e prazo de execuA�A?o de atA� 36 meses.

Plano
Segundo o ministro da CiA?ncia, Tecnologia e InovaA�A?o, Celso Pansera, o objetivo A� alcanA�ar soluA�A�es definitivas para o combate ao Aedes aegypti e ao vA�rus zika. “Queremos que o Brasil tenha, num prazo de trA?s a quatro anos, vacinas e estratA�gias eficientes para combater o mosquito e os vA�rus transmitidos”, disse o ministro, em cerimA?nia no PalA?cio do Planalto.

Fonte: Finep e MCTI.