Conselho Regional de Química XII Região

A ComissA?o Nacional de Energia Nuclear (Cnen/MCTI) vai receber R$ 30,2 milhA�es do MinistA�rio da SaA?de para investimentos na fabricaA�A?o de radiofA?rmacos. Os recursos, que serA?o repassados por meio de convA?nio, serA?o usados para reformar unidades do complexo de saA?de e para aquisiA�A?o de equipamentos e material para o desenvolvimento, qualificaA�A?o e inovaA�A?o de radiofA?rmacos injetA?veis.

O objetivo A� a manutenA�A?o do Certificado de Boas PrA?ticas de FabricaA�A?o e a obtenA�A?o do registro de radiofA?rmacos junto A� Anvisa pelo Centro de RadiofarmA?cia do Instituto de Pesquisas EnergA�ticas e Nucleares.

“NA?s temos a missA?o constitucional de atender a sociedade fornecendo quase 100% dos radiofA?rmacos no Brasil. Quanto melhor e mais eficiente for o nosso serviA�o, mais beneficiada serA? a populaA�A?o”, afirmou o gerente do Centro de RadiofarmA?cia, Jair Mengatti.
Segundo ele, o fortalecimento da medicina nuclear no A?mbito do SUS A� uma das reivindicaA�A�es de pesquisadores e mA�dicos. Atualmente, a medicina nuclear brasileira conta com 436 centros em operaA�A?o, responsA?veis pelo atendimento de mais de dois milhA�es de procedimentos por ano.

Fonte: CNEN e MCTI.